www.portalcarangola.com

O primeiro portal de notícias de Carangola-MG e região.

Portal Carangola

O 1º site de notícias de Carangola e Região

Professores de Minas anunciam greve a partir do dia 2 contra ensino presencial.

Governo informou que vai acompanhar a adesão ao movimento, mas garantiu que retomada ocorre com segurança.

Professores de Minas anunciam greve a partir do dia 2 contra ensino presencial

Os professores da rede estadual de Minas Gerais decidiram em votação nesta quarta-feira (28) por deflagrar greve sanitária por período indeterminado. O movimento, conforme o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE/MG), terá início no dia 2 de agosto, um dia antes do fim do recesso escolar.

Parte da categoria é contra o retorno do ensino presencial devido à pandemia. Mesmo com a vacinação dos docentes, já contemplados com a imunização no Estado, a entidade considera que não é o momento das escolas voltarem a ser frequentadas pelos estudantes e pelos professores.

“A rede estadual de Minas não apresenta segurança sanitária nas escolas para um retorno presencial, o processo de vacinação no Estado não garantiu a imunização completa com a segunda dose na categoria e as crianças e adolescentes sequer têm um cronograma de vacinação. Essa greve sanitária se faz necessária para defender a vida da categoria, dos estudantes e das comunidades escolares”, declarou a coordenadora-geral do Sind-UTE, professora Denise Romano.

O sindicato destaca que a greve sanitária será realizada nas regiões onde houver a convocação presencial, mas, o ensino remoto continuará a ser prestado aos estudantes. No próximo dia 10, a categoria volta a se reunir em nova assembleia para decidir os rumos do movimento.

 

A Secretaria de Estado de Educação (SEE) informou, por nota, que vai acompanhar a adesão ao movimento nas escolas estaduais, mas reiterou que o processo de retomada das atividades presenciais segue planejado com todo cuidado e segurança.

“Reforçamos ainda que a retomada das atividades presenciais na rede estadual está acontecendo de maneira segura, híbrida, gradual e facultativa, seguindo rigorosamente todos os protocolos sanitários da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), desenvolvido em conjunto por um grupo de trabalho formado por especialistas nas áreas de saúde e educação, e balizado por critérios técnicos que orientam as deliberações do Comitê Extraordinário Covid-19”, destacou a pasta.

Além disso, a SEE declarou que todas as escolas realizaram um checklist para aplicação das adequações necessárias no ambiente, com regras de distanciamento e disponibilização dos equipamentos de proteção e produtos de higiene e limpeza. “A retomada também inclui monitoramento de casos suspeitos da doença, com a possibilidade de afastamento progressivo de alunos, turmas e até o fechamento de escolas, em caso de necessidade”, ressaltou.

Aulas em BH

Na semana passada, a prefeitura de BH autorizou a reabertura das escolas estaduais, fechadas desde o início da pandemia. Com isso, o Estado marcou para o dia 3 de agosto a volta às aulas presenciais dos estudantes do 3º ano do ensino médio. As aulas do 9º ano do ensino fundamental da rede do Estado também serão retomadas, assim como as atividades do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, que haviam se iniciado no dia 12 de julho.

Já o retorno das atividades presenciais para alunos do 6º ao 8º ano do ensino fundamental e os demais anos do ensino médio da rede estadual ainda não tem data para ocorrer. “O avanço para outros níveis de ensino será avaliado após um período mínimo de 14 dias de retorno, em consonância com o Plano Minas Consciente e as determinações da administração municipal”, detalha a SEE.

No esquema proposto pela pasta, a volta às salas de aula é optativa e há revezamento de turmas, com uma semana de ensino presencial e, outra, de ensino remoto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.