www.portalcarangola.com

O primeiro portal de notícias de Carangola-MG e região.

Portal Carangola

O 1º site de notícias de Carangola e Região

Prefeitura compra terreno acima do valor em Carangola.

ricardoO prefeito de Carangola (Zona da Mata), Luiz César Ricardo (PTdoB), desapropriou seis áreas na zona rural do município, totalizando 46,464 hectares e vai pagar por elas R$ 2.238.300. Só que o valor real do terreno pode ser menos da metade do que a administração municipal pretende pagar, segundo denúncia feita ao Ministério Público. O prefeito nega o superfaturamento.

A área comprada pela prefeitura correspondente a 65 campos de futebol do tamanho do novo Mineirão. No laudo com a avaliação do terreno, elaborado por três servidores da administração municipal, é mostrado que as propriedades compradas, somadas, atingem a área de 46,464 hectares ou 464.640 mil metros quadrados. Com isso, cada metro quadrado sairá por R$ 5. O pagamento seria parcelado em 15 vezes, com R$ 500 mil à vista.

O estudo da prefeitura aponta que o método utilizado para chegar a esse valor foi o de “comparativo de dados do mercado”. Porém não indica no material valores de propriedades da região que foram vendidas com preço aproximado a este ou propriedades semelhantes à venda.

O terreno desapropriado fica entre a MG–111 e o rio Carangola, com pastagens e mata ciliar. Segundo o estudo da prefeitura, “40% sendo de terreno plano, 30% de semi-plano e o restante caracterizado como área acidentada, mata, rio, nascente”.

Denúncia

Uma denúncia protocolada no Ministério Público contesta os valores avaliados pela prefeitura e aponta que a propriedade poderia ser comprada por menos deste valor. No laudo anexado à denúncia, o método utilizado também foi de comparativo com o mercado, também sem indicar outras propriedades de referência. Porém, é mais modesto ao caracterizar as áreas.

“É um terreno com topografia plana, solo de qualidade regular. No seu lado existe o Rio Carangola, que no período chuvoso torna essa área alagada e inadequada para o uso de edificações, pois a água vem até o asfalto do outro lado (rodovia MG-111)”, diz o laudo.

O documento destaca que as propriedades não têm benfeitorias que justifiquem um preço diferenciado, apenas os acessos asfaltados da rodovia estadual e da avenida Juca de Souza, além de rede de água e esgoto. O valor estimado para os 46,464 hectares seria de R$ 923.125,80; ou R$ 1,98 por metro quadrado.
Na justificativa da proposta enviada à Câmara Municipal, o prefeito Luiz César Ricardo afirma que as áreas serão utilizadas para a “expansão urbana”.
“Este projeto visa promover o crescimento da cidade de forma ordenada e bem planejada, com áreas que podem atender nossa demanda de espaço para lazer, habitação, prédios escolares e de saúde”, diz o texto da proposição.

Informação: Hoje em dia – Humberto Santos – Hoje em Dia (http://www.hojeemdia.com.br/noticias/politica/prefeitura-compra-terreno-acima-do-valor-em-carangola-1.158515)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.