www.portalcarangola.com

O primeiro portal de notícias de Carangola-MG e região.

Portal Carangola

O 1º site de notícias de Carangola e Região

Policia prende suspeitos de atear fogo em container de lixo.

A Polícia Militar prendeu, na madrugada de sábado para domingo, 03, no bairro Coqueiro, cinco indivíduos suspeitos de atear fogo em containers de lixo. Nos últimos meses foram cerca de trinta containers incendiados. Os supostos vândalos foram liberados e um inquérito foi aberto para investigar o caso. Ao que tudo indica, eles são também os responsáveis pelos incêndios anteriores. O Governo de Manhuaçu espera que a ação seja exemplar e coíba a prática.
“As Polícias Militar e Civil têm feito um excelente trabalho e, por meio de denúncias, conseguiram chegar a esses suspeitos. Estamos pedindo à população que nos ajude a coibir essa ação, porque não podemos investir em reformas enquanto as pessoas continuam ateando fogo” – conclamou o diretor do Samal, Kílder Perígolo. “Com certeza, para o patrimônio público é um prejuízo muito grande. Para reformarmos um container, gastamos algo entre R$ 400 e R$ 500, e foram cerca de trinta incendiados. É um recurso muito alto que poderia ser investido em outras coisas” – lamentou Perígolo. “O fogo enfraquece o material do container e a vida útil dele diminui. O patrimônio é nosso, de todos, precisamos zelar” – finalizou.
Importante ressaltar que, segundo o Código Penal Brasileiro, em seu artigo 163, vandalismo configura-se crime, com pena de detenção que pode variar de seis meses a três anos, ou multa. O Governo de Manhuaçu, por meio do Samal, instalou duzentos containers de lixo nas vias da cidade e distritos, visando um ambiente mais limpo e visando facilitar o trabalho dos profissionais da limpeza urbana. Cabe ainda dizer que esses containers custaram aos cofres públicos algo em torno dos R$ 420 mil, investimento feito com dinheiro do povo pensando no bem estar do próprio povo.
O prefeito Nailton Heringer e o diretor da autarquia, Kilder Perígolo, lamentam os danos e esperam, de fato, que os responsáveis sejam identificados e que não permaneçam impunes. O Samal conclama a população a colaborar com a preservação do patrimônio público por meio de denúncias, caso testemunhe ou tenha informações sobre alguma ação de depredação.

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.