www.portalcarangola.com

O primeiro portal de notícias de Carangola-MG e região.

Portal Carangola

O 1º site de notícias de Carangola e Região

Polícia Federal cumpre mandados contra Policiais Rodoviários Federais em Manhuaçu e região.

PRFMANHUAÇU (MG) – A Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal deflagraram, na manhã desta terça-feira (26/03/2013), a denominada Operação Cerração, com o objetivo de cumprir 05 (cinco) mandados de prisão preventiva e 05 (cinco) mandados de busca e apreensão nos municípios de Caratinga/MG, Manhuaçu/MG, Medina/MG, Santa Bárbara do Leste/MG e Piedade de Caratinga/MG.
Segundo as investigações, iniciadas há um ano e meio, Policiais Rodoviários Federais lotados nos Postos de Realeza (Manhuaçu/MG) e Caratinga/MG faziam uso do cargo público para obtenção de vantagens indevidas, através da solicitação ou exigência de valores como condição para não autuação, ou ainda, liberação de veículos em situações irregulares.
Além disso, constataram-se outros delitos assemelhados envolvendo motoristas nas rodovias federais. Todos os mandados foram cumpridos. Em Manhuaçu, a ação foi concentrada no bairro Alfa-Sul.
Entre os envolvidos estão três Policiais Rodoviários Federais, um empresário e um motorista de caminhão. Para execução da Operação Cerração foram recrutados Policiais Federais de Belo Horizonte/MG e Policiais Rodoviários Federais de Brasília/DF e do Rio de Janeiro/RJ. Os Policiais Rodoviários Federais investigados já respondem a outros procedimentos, tanto de natureza administrativa, como de natureza criminal pelos mesmos tipos de crimes. Se condenados, os presos estarão sujeitos a penas que podem variar de dois a mais de vinte anos de reclusão, face à reiteração criminosa e cumulatividade das penas. Na esfera administrativa, os Policiais Rodoviários Federais responderão a processo administrativo disciplinar e poderão, ao final, ser demitidos do serviço público. Os nomes não foram divulgados pela Polícia Federal.

Com informações divulgadas pela ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL



[secvitrine/policia/5269

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.