www.portalcarangola.com

O primeiro portal de notícias de Carangola-MG e região.

Portal Carangola

O 1º site de notícias de Carangola e Região

Número de desalojados em Carangola passa de 2.100.

Município também contabiliza 45 desabrigados e ficou com o abastecimento de água comprometido. Confira também a situação de Espera Feliz, Orizânia, Divino, Miraí e Além Paraíba.

 

Ponte ficou destruída após forte chuva em Carangola — Foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG

O município de Carangola chegou a 2.139 desalojados e 45 desabrigados após ter registrado fortes chuvas no último fim de semana. A atualização dos números de pessoas afetadas foi confirmada ao G1 nesta terça-feira (23) pela Defesa Civil.

Além de Carangola, outros municípios da Zona da Mata também contabilizaram estragos e famílias desalojadas por causa das últimas chuvas. Veja abaixo como está sendo feito o trabalho de recuperação nos locais.

Carangola

Além dos alagamentos e estragos, Carangola ficou com o abastecimento de água comprometido. Na rede social, o diretor do Serviço Municipal de Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa), Vitor Hugo Cosenza Neves, informou que o órgão realiza trabalhos para regularizar a situação ainda nesta semana.

Segundo a Defesa Civil, o município tem mais de dois mil desalojados e 45 desabrigados. Por causa da situação, um Gabinete de Crise foi instaurado para decidir as ações realizadas na cidade.

Nesta segunda-feira (23), o governador Romeu Zema (Novo) esteve em Carangola e informou que o “Estado vai dar todo apoio”.

Espera Feliz

Trabalho de limpeza é realizado em Espera Feliz — Foto: Prefeitura/Divulgação

Em entrevista à reportagem, o secretário da Defesa Civil de Espera Feliz, Wagner Villa, explicou que por causa das chuvas, a cidade teve 113 desabrigados e 380 desalojados, no entanto, as famílias já começaram a retornar para as casas delas.

Além disso, trabalhos de rescaldo são feitos nos bairros do município. De acordo com o Executivo, o tráfego de veículos já foi restabelecido e pontes restauradas.

Além disso, os funcionários da Administração retiraram árvores de vias e realizaram a limpeza da policlínica, que foi aberta à população.

Orizânia

Em Orizânia, o Rio Carangola transbordou e alagou diversas ruas e avenidas. Houve também desabamentos de casas e deslizamento de terra.

O G1 entrou em contato com a Prefeitura do município para saber como está a situação atual do município, mas não houve retorno até a última atualização desta matéria.

Divino

Defesa Civil de Divino recebe kits para as famílias afetadas pelas chuvas — Foto: Prefeitura/Divulgação

Nesta segunda, a Defesa Civil de Divino recebeu do Estado kits emergenciais para famílias que foram afetadas pela chuvas. Incialmente, foram disponibilizados 20 kits de dormitórios, 20 colchões e itens de higiene e limpeza.

Desde sábado (20), equipes da Assistência Social visitam moradores do município que perderam móveis e tiveram as casas afetadas.

Por causa das chuvas, mais de 100 pessoas estão desalojadas em Divino e os locais disponibilizados para abrigo são a Escola Pedro Ventura, no Bairro Cidade Nova e a Creche Municipal.

A cidade também contabiliza a morte de uma mulher de 44 anos que foi soterrada após parte da casa dela desabar.

Miraí

Na noite de segunda, Miraí foi atingida por uma forte chuva de 86 mm. Uma família ficou desalojada.

Desde o início da manhã desta terça-feira, equipes da Defesa Civil e da Prefeitura trabalham na limpeza das ruas e na contenção de barrancos.

Conforme a Administração, a farmácia municipal e policlínica foram afetadas pela enxurrada e não têm atendimento nesta terça.

Além Paraíba

Prefeitura realiza retirada de lama em Além Paraíba — Foto: Prefeitura/Divulgação

A Prefeitura de Além Paraíba decretou, na noite de segunda, situação de emergência após as fortes chuvas.

Por causa do temporal, a cidade registrou alagamentos após o Rio Limoeiro transbordar. Os locais mais afetados foram: Aterrado, Torrentes, Terreirão e Jardim Paraíso.

De acordo com a Prefeitura, famílias perderam bens materiais e estão em casas de parentes. O número total não foi divulgado.

Por causa do temporal, a Secretaria Municipal de Serviços e Obras Públicas atuou na limpeza das ruas das cidades e na retirada de barreiras que caíram no município e na Zona Rural.

Fonte G1:Caroline Delgado, G1 Zona da Mata

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.