www.portalcarangola.com

O primeiro portal de notícias de Carangola-MG e região.

Portal Carangola

O 1º site de notícias de Carangola e Região

Governo Municipal esclarece denúncias sobre queimadas no cemitério.

Durante esta semana circularam nas redes sociais imagens denunciando queimadas no Cemitério Municipal de Manhuaçu. As queixas dão conta de que o fogo parte de dentro do cemitério e que inclusive restos mortais estariam sendo queimados, o que provocou indignação em alguns munícipes. A reportagem conversou com o responsável pelo local e o Governo de Manhuaçu vem esclarecer alguns pontos improcedentes nas denúncias.
A princípio, cabe esclarecer sobre a imagem feita nesta quinta-feira, 6, que mostra, ao longe, fumaça nas redondezas do cemitério. Esta não partiu do interior do local, e sim de barranco às margens da BR 262, conforme atestam as imagens que ilustram esta matéria. A denúncia foi circulada nas redes sociais sem qualquer averiguação in loco.
Cumpre ainda esclarecer sobre a imagem que mostra entulho sendo queimado no interior do cemitério. Segundo as denúncias, inclusive restos mortais estariam sendo incinerados. O Governo de Manhuaçu garante que a informação não é verdadeira. Édison Oliveira Filho, responsável pelo cemitério, afirma que os funcionários têm ordem expressa para não atear fogo em absolutamente nada no local, principalmente em restos mortais. “Quando abrimos um túmulo, nós recolhemos os restos, guardamos em um saco e recolocamos de volta no túmulo. As próprias pessoas que vêm sepultar seus entes são testemunhas disso. Definitivamente, não colocamos fogo. Consideramos isso um desrespeito à memória das pessoas”.
Ainda sobre o fogo no entulho, Edison Filho esclarece que, infelizmente, se trata de vandalismo. “O cemitério tem 15 mil metros quadrados, é impossível que tenhamos total controle sobre ele. Crianças brincam no local, durante a noite usuários de drogas entram para consumir e fazem fogueiras para se aquecerem, casais praticam atos libidinosos, pessoas usam o local para fazerem suas necessidades fisiológicas. Tudo isso acontece, lamentavelmente” – explica o responsável. “Precisamos zelar pelo cemitério, é um lugar de respeito, de memória, é um campo sagrado. Pedimos, inclusive que quem testemunhe algum ato de vandalismo, que faça contato imediatamente com o 190” – conclamou Oliveira.

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.