www.portalcarangola.com

O primeiro portal de notícias de Carangola-MG e região.

Portal Carangola

O 1º site de notícias de Carangola e Região

Divino/Fervedouro: Polícia Civil prende suspeitos de integrar quadrilha de roubo de gado.

Na manhã desta terça-feira (04/08), investigadores da 4° DRPC, realizaram a Operação “Boi Sujo”, Parte II, dando cumprimento a diversos mandados de prisão, nas cidades de Divino e Fervedouro, prendendo quatro pessoas, sendo uma mulher e três homens.Todos suspeitos de envolvimento com furto de gado em toda a região.

 

Na abordagem a um dos  elementos, em Fervedouro, ele tentou quebrar o celular, mas os investigadores conseguiram apreender o aparelho.

A operação faz parte de um levantamento feito pela equipe do delegado Dr. Eduardo Freitas, e teve apoio do delegado de Divino Dr.Rômulo Segantini e sua equipe.

 

 

Os homens presos foram levados para cumprir quarentena em Eugenopolis e a mulher foi encaminhada para o presídio de Juiz de Fora. Todos estão a disposição da justiça.

 

Relembre o caso – “Boi Sujo”, Parte I

Na manhã do dia 17 de junho, a Polícia Civil  de Minas Gerais deflagrou a operação “Boi Sujo”, com o objetivo de combater furtos de gados e de maquinários no município de Fervedouro e na região. Na ocasião, duas pessoas foram presas e um veículo Fiat Siena foi apreendido, durante a ação, cujo nome faz alusão à origem de mercancia ilícita dos animais.

 

De acordo com informações do Delegado Eduardo Freitas, os homens, suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada na prática criminosa, foram localizados em Fervedouro, já o carro que teria sido utilizado nos crimes para o transporte dos investigados foi encontrado no distrito de Bom Jesus da Cachoeira.

Segundo a autoridade policial, os suspeitos foram presos pelos crimes de furto qualificado, associação criminosa e corrupção de menores. Além disso, investigações apontam que eles teriam cometido o crime de adulteração de sinal identificador de veículo automotor, pois teriam utilizado um caminhão clonado, que já havia sido apreendido pela Polícia Militar, para ser utilizado na prática de furtos de gados.

O nome da operação é em alusão à venda de carne de boi furtada pelos suspeitos.

PCMG / Fotos: Interligado Online/O Campeão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.