Tribus Festival Brasil 2015: Saiba mais sobre o festival e confira a programação completa.

Riot Aboard The Ship (RATS), a sensacional atração do Rock in Rio 2013 foi confirmada no maior festival multicultural da zona da mata mineira, dia 04 de julho em Carangola-MG, no Campestre Clube, a partir das 14hs, fechando o cast das atrações. Confira a programação completa do festival.

Com o lema “Música, Arte, Cultura, Sustentabilidade”, a edição 2015 do Tribus Festival Brasil acontece no dia 04 de julho em Carangola, interior de Minas Gerais, no Carangola Campestre Clube, onde se apresentarão diversas bandas dos mais variados subgêneros do rock e vertentes do metal e mais: tenda gótica, exposição de artes visuais e artesanato sustentável local/regional, espaço de conscientização ambiental, apresentação do Grupo de Capoeira KADARA na “Roda das Tribos”, além das atrações culturais típicas do Tribus como a fogueira folk, passeio a cavalo (o inusitado rolezinho viking a cavalo), o quentão viking com hidromel (fusão da cultura nórdica com a mineira), comidas e bebidas típicas das festas juninas/julinas mineiras.

O Tribus Festival Brasil é um festival multicultural da zona da mata mineira que teve sua 1ª edição em 2004, na cidade da Carangola-MG, e visa promover o conceito de sustentabilidade e a diversidade cultural no interior de Minas Gerais, bem como o resgate, a preservação, valorização e difusão da cultura e suas múltiplas manifestações, com ênfase ao patrimônio cultural imaterial mineiro e brasileiro, abarcando as áreas culturais integradas: Música, Artes, Artesanato, Folclore.

Dessa forma, “o festival visa unir/reunir todas as tribos urbanas do rock em prol de uma cultura de paz, comunhão e respeito mútuo entre pessoas e povos, pela diversidade e pelo meio ambiente, fundindo e interagindo as mais diversas manifestações culturais em suas distintas formas de linguagem e expressão na “Roda das Tribos”, onde as manifestações culturais tradicionais e de vanguarda e todos os segmentos e subgêneros do rock se fundem e interagem, onde todas as tribos se encontram para confraternizarem, fruírem, curtirem e compartilharem música autoral, artes visuais, artesanato, cultura e consciência ambiental”, explica Jozilei Pimenta, produtor cultural autor do projeto e idealizador do festival.
A edição anterior do festival contou com a participação de renomadas bandas do cenário underground brasileiro como DROWNED, HAGBARD, DEATHRAISER, VENEREAL SICKNESS, GLITTER MAGIC, PROTESTO SUBURBANO e outras, além da apresentação cultural do Grupo de Caxambu/Jongo de Carangola na Roda das Tribos, a exposição “Retrato Multicolorido do Brasil”, do artista plástico carangolense, Jonce de Oliveira, e as atrações típicas do Tribus como o rolezinho viking a cavalo, através do qual o público pôde sentir a vibe de cavalgar de elmo como um viking e ao mesmo tempo interagir com os hábitos, costumes e simplicidade do interior de Minas.

Para a edição 2015, já foram confirmadas em sua página no facebook as bandas NERVOCHAOS (Death Metal-SP) e HATEFULMURDER (Thrash/Death – RJ), com a Chaos and Murder Tour 2015, RIZZI (Symphonic/Gothic Metal, Espera Feliz-MG), SACRED OAK (Pagan/Folk Metal, Juiz de Fora-MG), INSANNICA (Thrash/Groove Metal, Juiz de Fora-MG), LINHA 38 (Rock n Roll, Caratinga-MG), HEREGE (Anarko-Metal/Punk, Iúna-ES), EM CHAMAS (Punk Rock/Grunge/Metal, Guaçuí/ES), MASTERS OF REALITY (Black Sabbath cover, Cachoeiro de Itapemirim-ES), Humanos Elétricos (Rock Alternativo, Carangola) e Riot Aboard The Ship (RATS) sensacional banda de Irish Punk / Folk Rock Hardcore do RJ, que funde com maestria punk rock e hardcore com música celta e tradicional irlandesa e foi uma das atrações do Rock in Rio 2013, se apresentando na Rock Street no “dia do metal” e vindo a se tornar uma surpreendente revelação do festival.
“Tripulado por músicos bem rodados da cena carioca, o RATS (Riot Aboard The Ship) começou a nascer no início de 2011 a partir de uma brincadeira proposta por Fernando Oliveira (Canastra) ao seu amigo Bruno Pinella (Te Voy a Quebrar): “Ja que não existe bandas de irish punk no Rio pra gente se divertir, vamos nós formar uma e assim nos divertimos 2 vezes!” Desafio aceito. Mas foi mesmo em 2012 que o barco começou a içar velas, quando os marujos Kito Vilela (De’La Roque) Bernardo Pança (Eight Microwave) e Fernando Bastos (Go East Orkestar) se juntaram ao motim.
E com essa formação o RATS teve seu início, passando por tradicionais casas de rock e pubs irlandeses do Rio de Janeiro, festas de St. Patrick’s Day pelo Brasil e grandes festivais como Flaming Nigh,t de BH; A Grande Roubada, do RJ; Matanza Fest e um show memorável no Rock in Rio de 2013, onde foram considerados uma das boas surpresas do festival.
Assim seguiriam até início de 2014 quando o baterista Bernardo Pança precisou deixar a banda dando o lugar a Rodrigo Barba (LOS HERMANOS), que manteve o posto interino até a entrada de Pedro Falcon (Dibob), que, por sua vez, assumiu as baquetas em outubro de 2014.
O termo “irish punk” é encarado pela banda de várias formas e em várias direções. Tradicionais músicas irlandesas interpretadas com pegada rock n’ roll dividem o set list com clássicos nacionais e internacionais do punk rock/hard core, todos revistos com arranjos e instrumentos folk.
Se antes a banda havia sido formada só pra agitar a festa Rio Irish, agora como ratos que tomam o controle de um navio eles já começam a trilhar sua própria rota compondo repertório autoral e criando sua própria identidade. Atraindo atenção rapidamente de produtores, mídia e público, assinaram com o selo Crasso Records de São Paulo e em outubro de 2014 lançam seu 1º registro fonográfico, um EP de 6 faixas acompanhado do vídeo clipe da música “Somos Nós”.
Então para a sorte dos inúmeros e carentes simpatizantes do irish punk e suas vertentes os bons ventos do sucesso fizeram o RATS levantar suas âncoras pra desbravar os 7 mares com um show original e empolgante, fazendo todo mundo bater forte o pé no chão e entoar coros uníssonos com suas canecas ao ar… YO HO LET’S GO !!”.
Vídeo da banda se apresentando no Rock in Rio 2013: https://www.youtube.com/watch?v=KYzeJ0v-OdI
Videoclipe oficial “Somos Nós”: https://www.youtube.com/watch?v=UdXxMUUocug
Versão RATS de “A Song of Ice and Fire” (Game of Thrones): https://www.youtube.com/watch?v=16FpzpPQZp8
Versão RATS de “Medo” da banda Cólera: https://www.youtube.com/watch?v=7VgpU22fcM0
Página da RATS no Facebook para acompanhar as novidades e conhecer melhor a banda: https://www.facebook.com/ratsoficial?fref=ts

De acordo com a produção, “as bandas confirmadas foram selecionadas de acordo com os critérios estabelecidos quando da abertura das inscrições em 2014, dentre as inscritas, e atendendo ao princípio de diversidade de subgêneros do rock e metal adotado pelo festival desde sua primeira edição ocorrida em 2004 no dia mundial do meio ambiente, constituindo um de seus objetivos principais, além da conscientização ambiental, promover a diversidade cultural no interior de Minas Gerais, oferecendo às bandas underground e independentes, aos artistas e artesãos, a oportunidade de apresentarem seus trabalhos, sua música e sua arte em um festival multicultural, propiciando assim a difusão e fruição cultural através de um enriquecedor intercâmbio cultural entre pessoas, ideias, artistas, artesãos, todas as tribos do rock, público e bandas, de modo a fomentar o crescimento e fortalecimento do cenário musical underground e artístico-cultural local, regional e nacional”.
Sobre a confirmação da banda RIZZI, maior revelação do Gothic metal mineiro da atualidade, no festival, a vocalista Milady Rizzi Franklin ressalta que “esse é um grande passo e as pessoas podem esperar nesse show dois sons inéditos autorais além de “The Rain” e “Tears fall Down”: “Lost Diseres” e “Cut the Root” são duas das 5 faixas no total que integrarão nosso 1º EP a ser lançado em breve no Brazil e na Europa. Estamos com uma grande expectativa para tocar no Tribus. Sempre ouvíamos falar do festival, por ser um dos mais influentes da cena na nossa região da Zona da Mata mineira, e poder fazer parte esse ano e dividir o palco com bandas de peso será indescritível para nós”, exclama. “Aguardem-nos para um grande show!”

RIZZI é uma banda de Symphonic/Gothic Metal da cidade de Espera Feliz, interior de MG, formada em 2011. Tem como principais influências bandas de symphonic metal europeias, como Within Temptation e Nightwish. Composta por 6 integrantes e liderada por uma vocalista de 23 anos, a banda lançou em 2013 sua primeira música de trabalho intitulada “Tears Fall Down”, chamando logo a atenção dos apreciadores do gênero e produtores, gravando em seguida sua segunda música “The Rain”, que foi lançada juntamente com o videoclipe oficial no ano passado.
O nome da banda é uma homenagem ao sobrenome italiano de 3 dos integrantes, que pensaram em algo que fosse original e que lembrasse suas raízes pois o rock/metal sempre estiveram presentes em suas famílias. Suas letras retratam o amor, a revolta, a fé e incertezas da vida.
Atualmente, a banda se encontra em fase produção do novo vídeo clipe e gravação das músicas que integrarão o primeiro EP da RIZZI, a ser lançado em breve no Brasil e Europa. A banda se apresentou ao lado da SILENT CRY, maior expoente do Gothic Metal brasileiro, no Night of Shadows edição Helloween em Carangola no ano de 2014, no Rising Metal Fest de Conselheiro Lafaiete em março e segue a todo vapor divulgando seu trabalho.
Na Roda das Tribos, ao calor da fogueira folk e ao ritmo da percussão afro-brasileira levada pelo som dos atabaques tribais e do berimbau está programada a apresentação cultural do Grupo de Capoeira KADARA, filial Carangola-MG, Brasil, coordenada pelo prof. Rincón. “A dança de roda Capoeira é uma das manifestações culturais mais fortes da cultura e identidade brasileira, sendo reconhecida como patrimônio cultural da humanidade pela Unesco em 2014. Dessa forma, não poderia ficar de fora da edição 2015 do Tribus Festival Brasil, que visa promover a diversidade cultural, o resgate, a valorização, preservação e difusão da cultura e suas múltiplas manifestações, com ênfase ao patrimônio cultural imaterial mineiro e brasileiro”, reitera o produtor cultural Jozilei Pimenta.
Associação KADARA Capoeira é uma escola internacional de capoeira fundada pelo Mestre Cicatriz, com sede em Sydney, Austrália, com filiais na Austrália, Brasil, Canadá, Indonésia e Filipinas. KADARA significa destino. “Nós escolhemos o nosso destino ser a capoeira e de fazermos coisas boas, para contribuir com a humanidade através dessa arte”.
Com mais de 30 anos de experiência na arte da Capoeira, Mestre Cicatriz decidiu fundar seu próprio grupo no mundo da Capoeira, com a ajuda do Mestre Lotar, seu mestre, que o apoiou e lhe deu a inspiração para o nome do novo grupo. Associação KADARA Capoeira foi fundada em 13 de agosto de 2013, com base nos valores de unidade, respeito e tradição desta arte. O nome surgiu por causa da importância da Capoeira em suas vidas. KADARA significa destino e simplicidade (destino ser Capoeira e simplicidade no modo de ser). Esta palavra poderosa inspirou o logotipo do grupo que tem movimento e cor que simboliza a terra, o fogo e o ar. Esses três elementos da natureza mostram a força que essa nova geração de KADARA capoeirista tem.
Visão: Uma comunidade multicultural harmoniosa, onde cada pessoa tem a oportunidade de desenvolver seu potencial pleno, permitindo um a um contribuir positivamente para a sociedade em geral.
Missão: Associação KADARA Capoeira acredita na aplicação de capoeira e outras formas de arte brasileiras como meio para que as pessoas adquiram o desenvolvimento físico, intelectual, emocional e social em um ambiente de tolerância, unidade, interação e respeito, bem como a apreciação para o outro.
Valores: integridade, responsabilidade, compaixão, respeito, cooperação e compreensão.
Objetivos: utilizar a capoeira e outros elementos da cultura brasileira para inspirar e capacitar os alunos; Para criar um ambiente saudável e propício ao crescimento pessoal e social, resultando em responsáveis, confiantes, carinhosos e produtivos seres humanos.
Outras atrações culturais confirmadas no festival são a exposição de artes visuais “Selva”, do artista Thiago Assis; artesanato sustentável; a tenda gótica com o DJ Leônidas, do ES, mandando o melhor do Goth Rock anos 80, post-punk, darkwave, electro-goth, industrial, EBM, Synth-Pop e Alternative Music entre os intervalos das bandas.
A exposição “Selva”, do artista plástico Thiago Assis, ocorre no dia 04 de julho, em Carangola-MG, durante a edição 2015 do Tribus Festival Brasil, festival multicultural da zona da mata mineira que reúne música, artes visuais e artesanato. O artista apresentará, através de suas ilustrações, a hostilidade contida em Selva, buscando retratar a relação entre homem e natureza como dialética social no cotidiano das coisas, contextualizando a diversidade cultural, o conceito de sustentabilidade e conscientização ambiental promovidos pelo festival. Para o artista, o convite feito pela produção lhe possibilitou a participação em um movimento que acompanha desde a adolescência. “Acredito demais nessa proposta e não hesitei em aceitar ao convite e de agradecer pelo espaço e pelo reconhecimento investidos no meu trabalho, ressalta Thiago. “Estarei levando para a edição 2015 do Tribus Festival uma exposição artística inédita, feita especialmente para aqueles que conseguem enxergar um pouco mais além… SELVA”.
Em parceria com o IEF – Instituto Estadual de Florestas, o festival também estará disponibilizando em seu espaço de conscientização ambiental, mudas de árvores nativas para plantio, visando sensibilizar o público de modo que o mesmo se sinta estimulado a levar a sua muda e plantar sua árvore. “Cada muda estará acompanhada de um folheto explicativo com o nome da espécie, modo correto de plantar e local apropriado para a mesma. Tal ação integra o lema do festival, que busca fazer sua parte promovendo o conceito de sustentabilidade e a preservação ambiental, plantando a semente da consciência planetária num tempo em que presenciamos a alarmante crise hídrica se instaurando no Brasil e as drásticas mudanças climáticas globais”, destaca o produtor Jozilei Pimenta.
Ainda segundo a produção, exercendo a prática dos três R`s (erres) básicos que permeiam o conceito de sustentabilidade (reduzir, reciclar, reutilizar) e visando estimular essa atitude e consciência ambiental junto ao público, o Tribus Festival Brasil lança a Campanha de Tolerância Zero ao copo descartável e em prol do consumo consciente, reduzindo, reutilizando e reciclando os resíduos sólidos gerados com a realização do festival.
Dessa forma, todos os demais resíduos sólidos gerados (latinhas de cerveja e refrigerante, garrafas pet de água mineral) serão acondicionados em coletoras seletivas espalhadas pelo ambiente do festival, para posteriormente serem adequadamente destinados à reciclagem e reutilização na produção de artesanato a partir de materiais descartados recicláveis/reutilizáveis, como fomento à implementação e manutenção do projeto “Artesanato Sustentável – Arte com recicláveis”, de sua autoria e em homenagem à memória da artesã Hilda Pimenta, sua mãe, que produzia artesanato a partir desses materiais recicláveis/reutilizáveis. “Assim, o festival presta uma simbólica homenagem à minha saudosa mãe que sempre apoiou a iniciativa, sempre marcando presença desde a primeira edição, e cumpre com seu objetivo de promover a difusão e fruição cultural produzindo arte com responsabilidade socioambiental”, finaliza.
Com relação à Campanha de Tolerância Zero ao copo descartável no festival, a proposta será: “Traga seu drinking horn viking, sua caneca de esmalte da vovó ou adquira sua caneca personalizada do Tribus Festival Brasil para degustar seu quentão viking, hidromel, seu shopp artesanal, seu leite de onça ou outro drink/bebida do Tribus e aprecie com moderação. Se for menor ou for dirigir, beba leite queimado, água e refri”. As canecas personalizadas poderão ser adquiridas no Tribus bar, no local e dia do festival.
Excursões devem entrar em contato pelo e-mail tribusfestival@gmail.com para cadastro do responsável pela excursão e reserva dos ingressos com valor diferenciado.
A edição 2015 é uma realização do produtor cultural Jozilei Pimenta e a Universus Produções & Eventos, contando com as parcerias e patrocinadores que apoiam e agregam valor ao festival e às suas respectivas marcas: Rock Brigade, revista e site (São Paulo), XPressOn (Curitiba), Programa Heavy Metal Online (Caratinga), Elegia e Canto (Viçosa), Poeira Zine, Portal Carangola, Portal Espera Feliz, Canal da Serra, Rádio Nova FM – 87,9, Rastro de Luz Operadora de Turismo, IEF – Instituto Estadual de Florestas, UHB – Universidade Holística do Brasil, SB Letreiros, Restaurante Puro Sabor, Salgados Schwenck, Honda Motolider, A Colegial Livraria e Papelaria, Brincando de Ser Criança, Café Mixirica, Cabello Tatuagens & Bodypiercing, Jornal O Semanal, Jornal do Vale, Prefeitura Municipal e Secretaria de Cultura/Turismo/Lazer e Juventude de Carangola.
Classificação indicativa: Livre.
*Menores conforme Alvará Judicial:
1 – Até 15 anos acompanhados de um dos pais ou responsável legal;
2 – Com 16 e 17 anos munidos da autorização de um dos pais ou responsável legal e acompanhados de um maior devidamente identificado no documento de Autorização. O modelo padrão de autorização da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Carangola deve ser solicitado pelo e-mail: tribusfestival@gmail.com ou retirado nos pontos de venda de ingressos abaixo.
** Obrigatória apresentação de documento de identificação com foto e que comprove idade, filiação, guarda, tutela.
Ingressos antecipados já disponíveis via internet pelo site da Ticketbrasil.com.br (https://ticketbrasil.com.br/festival/3072-tribusfestival-carangola-mg/) e nos pontos de venda a seguir:
– Em Carangola: Fox Cine Locadora, Café Mixirica e Cabello Tattoo Studio
– Em Muriaé: Om Shanti Tattoo Studio – Mar Center Shopping, loja 107, centro
– Em Espera Feliz: Montanhês Café – Praça da Bandeira, 178, centro.
– Em Manhumirim: Rodrigo Tattoo (Av. Raul Soares, centro, em frente a loja Karita)
#TribusFestivalBrasil2015 #FestivalMulticultural #VemPraRodaDasTribos
Compartilhe essa ideia e Vem Pra Roda Das Tribos do festival multicultural da zona da mata mineira.
Link do evento no Facebook para confirmar presença e mais informações: https://www.facebook.com/events/1383919011927457/
Página do Festival no Facebook: https://www.facebook.com/TribusFestival
Siga o Tribus Festival Brasil no Twitter: @TribusFestival
Inscreva-se no canal do Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC7_vL4jGB536lPe9rQ_jZrA
Video pré divulgação com imagens da edição anterior: https://www.youtube.com/watch?v=DLaXczZdtNw
Links das bandas e artistas confirmados:
– NERVOCHAOS: https://www.facebook.com/NervoChaos?fref=ts
– HATEFULMURDER: https://www.facebook.com/hatefulbook?fref=ts
– RATS: https://www.facebook.com/ratsoficial?fref=ts
– RIZZI: https://www.facebook.com/BandaRizzi?fref=ts
– INSANNICA: https://www.facebook.com/Insannica?fref=ts
– SACRED OAK: https://www.facebook.com/SacredOakOfficial?fref=ts
– LINHA 38: https://www.facebook.com/Linha38?fref=ts
– HEREGE: https://www.facebook.com/herege.com.br?fref=ts
– EM CHAMAS: https://www.facebook.com/pages/Em-Chamas/544818592283150?fref=ts
– HUMANOS ELÉTRICOS: https://www.facebook.com/pages/Humanos-El%C3%A9tricos/420041124743719?fref=ts
– THIAGO ASSIS – ARTE: https://www.facebook.com/thiagoassisroyal?fref=ts

Sobre o Autor

has written 4500 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2020 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com