Seminário “O Poder da Mídia no Interior” Fundação Bom Jesus é representada.

          O fortalecimento da imprensa do interior passa pela qualidade da notícia, profissionalização e melhoria da gestão dos veículos. Essa opinião foi defendida pelos especialistas que participaram do Seminário “O Poder da Mídia do Interior”, promovido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais na segunda-feira, 21 de novembro no Othon Palace Hotel, em Belo Horizonte. O encontro reuniu cerca de 150 jornalistas e empresários das diversas regiões do Estado. A jornalista e gerente geral da Fundação Bom Jesus, Meire Fôfano esteve participando do evento.

          O presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), ressaltou a importância da liberdade de imprensa para a democracia. Para ele, a mídia tem um papel fundamental na construção de uma agenda coletiva com os mineiros, em que todos possam ser ouvidos. “Queremos fortalecer nossa parceria também com o interior, que muitas vezes fica esquecido nesse Estado de tantas contradições”, afirmou.

          A importância da parceria entre a imprensa e Assembleia foi defendida também pelo presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI-MG), José Eustáquio Oliveira e Souza. “A Assembleia representa o cidadão e nosso papel é levar para a agenda pública todas aquelas questões que são importantes para a população e para uma sociedade melhor”, afirmou.

Para ele, a imprensa do interior vive um momento de oportunidade, com o desenvolvimento recente do País, mas é preciso investir em qualidade da informação. “A publicidade vem à reboque da boa notícia. Ninguém compra publicidade, compra-se boa notícia”, ponderou.

José Eustáquio ainda defendeu o financiamento, pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), das empresas de comunicação. “Não queremos privilégios, apenas os mesmos direitos que qualquer outra empresa tem”, defendeu.

           Na opinião do repórter especial da Rede Globo, Domingos Meirelles, que é também diretor econômico-financeiro da ABI, a imprensa do interior tem a grande vantagem de estar perto do seu público, podendo retratar a realidade de forma mais atraente e sensível. Mas, para ele, é preciso investir em qualidade. “A qualificação é um caminho essencial para a autonomia desses veículos”, destacou.

          Ele contou a experiência que a ABI está tentando implantar no Rio de Janeiro e que, de acordo com ele, poderia ser adotada também em Minas. Lá a associação está propondo projetos gráficos e editoriais para os jornais que passam por dificuldades. “Nossa ideia é tentar qualificar os veículos para que possam caminhar com as próprias pernas e romper com a dependência do poder público e da boa vontade dos empresários”, concluiu.

        O subsecretário de Comunicação da Secretaria de Estado de Governo, Nestor de Oliveira, também acredita que a imprensa só é livre se é capaz de se autos sustentar. Ele explicou que o Regimento Interno do BDMG proíbe o financiamento de empresas jornalísticas.

Em uma segunda etapa do evento, o consultor do SEBRAE, Aroldo Santos Araújo, apresentou informações técnicas sobre o financiamento de veículos de comunicação e tirou várias dúvidas dos participantes. “Os veículos precisam pensar na contrapartida que irão oferecer aos anunciantes”, explicou. A profissionalização das pessoas e a gestão do negócio seriam, segundo ele, outras questões fundamentais para o sucesso das empresas.

Valdir Vieira, com informações da Assessoria de Comunicação da ALMG.


Ofertas


Tags: , ,

Sobre o Autor

has written 4500 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2020 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com