Reunião promove enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes.

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e a Secretária de Trabalho e Desenvolvimento Social de Manhuaçu promoveram nesta quarta-feira (06), uma palestra para ressaltar a importância da prevenção e do enfrentamento da violência sexual praticada contra crianças e adolescentes. A palestra foi ministrada pela Capelã da Organização Nacional de Capelães e Pastores (ONCP) e autora do livro “A Confissão de um Pedófilo mudou minha vida”, Adriana Maria de Morais.

Durante oito anos, Adriana palestrou para aproximadamente 50 mil crianças, 6 mil adolescentes e 1000 profissionais. A proposta do seu projeto é capacitar profissionais da educação, saúde, quanto à prevenção e as situações de risco relacionadas ao abuso sexual. O projeto elaborado por Adriana sugere a órgãos educativos e autoridades do Município, critérios com o objetivo de prevenir o abuso sexual e a pedofilia na internet. “O benefício é alto, porque a criança que sofre abuso desenvolve, em 50% dos casos, traços de pedofilia, pode se tornar dependente químico e ter problemas psiquiátricos e psicológicos. Então, uma prevenção a nível municipal trará beneficio a comunidade de Manhuaçu e região”.

A coordenadora do CRASKarina Mansur, explicou que areunião possibilita o desenvolvimento de propostas preventivas e assistenciais frente à violência sexual contra a parcela infanto-juvenil da população, estabelecendo, aos órgãos competentes, princípios norteadores para enfrentar o problema em questão e definir ações direcionadas a prevenção e assistência. “O trabalho em conjunto da Secretária de Trabalho e Desenvolvimento Social de Manhuaçu, CRAS e demais setores envolvidos no combate ao abuso de crianças e adolescentes é indispensável para delinear estratégias que possibilitem a intervenção no combate à violência sexual infanto-juvenil”, disse.

Karina Mansur destacou que o Centro de Referência de Assistência Social vem ampliando os trabalhos contra a exploração sexual desde 18 de maio, data reconhecida nacionalmente como o dia de combate a exploração sexual. “Temos um compromisso de trabalhar com este tema a cada três meses. A equipe técnica do CRAS agenda palestras nas escolas e associações comunitárias, com o intuito de alertar pais e professores sobre o assunto e demonstrar, através de nossas ações, o trabalho para combater a violência sexual contra crianças e adolescentes”, explicou.

 

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

Sobre o Autor

has written 4397 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2019 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com