Polícia Militar prende quatro acusados de derrame de notas falsas

notasfalsasElcimar José Pereira, 33 anos, Marcos Lopes Saturnino, 19, Marcos José Marques, 38, e Zaqueu de Souza Gomes, 23, foram presos na manhã de sábado, 10. Todos residem na zona rural de São João do Manhuaçu. Segundo a Polícia Militar, eles são suspeitos de fazerem parte de um esquema de falsificação de notas de 50 e 100 reais.

A PM chegou até os acusados depois de ser informada por um comerciante do bairro Engenho da Serra em Manhuaçu. Ele contou que uma pessoa tentou trocar uma nota de R$ 50 por outras de valor inferior. O comerciante desconfiou que a cédula fosse falsa e se negou a fazer a troca. Em seguida, acionou o 190 e informou as características do suspeito. Elcimar foi encontrado logo depois. Ele estava parado junto a uma motocicleta. Com ele foram encontradas 21 cédulas falsificadas de 100 reais.

Elcimar alegou que deu um aparelho de televisão, 29 polegadas, em troca das notas. A transação teria sido feita com Marcos Lopes. Elcimar informou ainda que Marcos teria mais células falsas em sua residência.

AÇÃO FOI DESENCADEADA NA ZONA RURAL

De posse dessas informações, a PM se dirigiu até o córrego dos Fagundes, zona rural de São João do Manhuaçu. Na casa de Marcos Lopes foram localizadas mais 11 cédulas de R$ 50 e 23 de R$ 100. Os militares confirmaram que todas são falsas.

Ao ser questionado, Marcos Lopes disse que teria fornecido a outra pessoa, no caso Marcos José, algo em torno de R$ 1.900. Também em cédulas falsas.

Imediatamente, a PM deslocou para o córrego dos Pontões e encontrou com Marcos José o equivalente a R$ 400. Ele informou que passou para terceiros R$ 1.500 em notas falsas.

Posteriormente, Marcos Lopes disse que quem estava distribuindo o dinheiro falso era Zaqueu de Souza Gomes, que reside no córrego Santana.

Na casa de Zaqueu foi apreendida uma impressora. Junto ao equipamento estavam uma nota de 100 e outra de 50 reais, ambas verdadeiras. A PM acredita que estas cédulas eram usadas para reprodução do dinheiro falso.

Todos os envolvidos acabaram presos e conduzidos para a 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Manhuaçu. Além das notas e impressora, a produtosaPM apreendeu diversos itens, como cartucho de tintas, folhas com imagens de dinheiro, telefones celulares e uma motocicleta.

O delegado Getúlio Lacerda informou que todos os quatro detidos serão indiciados por tentativa de estelionato, falsificação de moeda nacional e formação de quadrilha.

A Polícia Militar usou este fato como exemplo e orientou a população para que preste atenção quando for lidar com dinheiro. “Observem a marca d’água, verifiquem se a nota tem a tira de segurança e passem os dedos sobre a cédula para constatar sua aspereza. Esses cuidados evitam grandes dores de cabeça”.

Participaram da intervenção policial, tenente Ruiter, os sargentos Renato e Dinis, os cabos Gonçalves, Reuler e Dalcione, e os soldados Dênio, Paulo José, Leonardo e Cristiano.

Fonte:Diário de Manhuaçu – 09:15 – 11/10/09 – portalcaparao@gmail.com

Ofertas

[secvitrine/celulares/15253]

Sobre o Autor

has written 4495 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2020 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com