PM de Reduto prende autor de homicídio da região metropolitana de BH.

Documentos que aludiam a Vanderlei o nome de Francisco

Documentos que aludiam a Vanderlei o nome de Francisco

A guarnição PM composta pelos Soldados Ronald e Duarte, foi acionada pela sr.ª Tatiana, enfermeira do SUS de Reduto-MG, bem como pela sr.ª Sirlei, as quais alegaram que um indivíduo conhecido por Francisco Vieira de Assis, “meieiro” em uma propriedade rural do pai de Sirlei, estaria com problemas psicológicos e teria se trancado em um cômodo que ele estava ocupando na dita propriedade, tendo alegado só sair de lá após a polícia estar presente uma vez que estaria ouvindo vozes as quais diziam que ele estava sendo perseguido por “homens maus”.
A Viatura Policial compareceu ao local, no intuito inicial de dar um apoio ao órgão municipal SUS, tendo iniciado a parlamentação com o cidadão identificado por Francisco, ocasião em que a presente equipe PM deu ordem verbal ao mesmo para abrir a porta do local em que ele estava, ordem esta não acatada, tendo sido necessário forçar a porta do cômodo para que os militares entrassem pela porta que é o único acesso ao interior do cômodo, não chegando a causar avarias na porta, situação ocorrida com a autorização do proprietário da fazenda, de nome José dos Santos Vieira, na presença das testemunhas arroladas.
Durante a parlamentação, o individuo se mostrou demasiadamente exaltado, estando o tempo todo dentro de um banheiro existente no tal cômodo.
No momento em que nos aproximamos o mesmo efetuou um golpe com uma ferramenta conhecida por “pé de cabra”, muito próximo ao Sd Ronald, porém, não chegou a atingir os membros da guarnição.
Foi então dado ordem para que o mesmo soltasse a arma branca, novamente ordem não acatada pelo mesmo.
Nesse instante os militares utilizaram um colchão o qual ele utilizava para dormir e conseguiram envolver o pé de cabra e proceder a algemação do autor para garantir a própria integridade deste e demais envolvidos na ocorrência.
Em continuidade a parlmentação, o mesmo disse aos militares que na verdade se chama: “Vanderlei Alves de Andrade” e, que possui várias passagens policiais entre eles um homicídio em Bom Despacho-MG, há cerca de 20 anos.
Nesse ínterim, foi consultado via rede rádio COPOM/11º BPM este nome fornecido, tendo sido encontrado um mandado de prisão em aberto em seu desfavor.
Vanderlei afirmou que esta trabalhando para José há cerca de 3 anos e, José e seus familiares informaram não saber destes antecedentes e nem do nome real de Vanderlei.
Vanderlei afirmou que esta identificação como “Francisco Vieira de Assis” ele providenciou nos respectivos órgãos sem muita dificuldade e, vem utilizando deste novo registro para evitar ser preso com o nome real.
O pé de cabra e um espeto, além dos documentos que identificam Vanderlei como Francisco foram apreendidos e entregues junto com o preso a Delegacia de Polícia Civil em Manhuaçu-MG.

Informação: Sd Duarte

Sobre o Autor

has written 4496 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2020 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com