PCMG elucida casos de golpe por telefone em Juiz de Fora.

Na madrugada desta quarta-feira (31), em Juiz de Fora, a Polícia Civil prendeu em flagrante, por estelionato, dois homens, de 25 e 27 anos, suspeitos de aplicar um golpe por telefone em Juiz de Fora.  As vítimas seriam duas idosas, de 62 e 76 anos. O mais jovem foi localizado em um hotel, no centro da cidade, e o outro próximo à Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, após abordagem de um ônibus interestadual, vindo de São Paulo para Juiz de Fora.

A equipe de policiais civis da 7ª Delegacia encontrou com os suspeitos mais de R$2.100, produtos comprados com cartão de uma das vítimas, bem como comprovante de transferência, papéis referentes a demonstrativos de pagamentos, de operação e de retirada de recursos. Além disso, uma carta feita de próprio punho, redigida por umas das vítimas, máquina de cartão de crédito, cartão, um rolo de fita adesiva transparente, que teria sido usado na clonagem de cartões, tesoura, telefones celulares, entre outros materiais.

De acordo com o delegado Eduardo de Azevedo Moura, após intenso trabalho de investigação e diligências contínuas, foi possível prender em flagrante a dupla e elucidar o caso. Durante depoimento, o suspeito mais novo confessou a participação no crime. Segundo o delegado, as investigações prosseguem para apurar a participação de outras pessoas no golpe. Ele não descarta que o crime possa ter sido cometido em outras ocasiões na cidade.

Se ainda houver outra vítima dessa modalidade de crime, a autoridade policial também orienta que ela procure a 7ª Delegacia de Polícia Civil, em Santa Terezinha, para denunciar o caso.

 

Informações sobre o golpe

Na segunda-feira (29), a idosa de 62 anos registrou ocorrência policial informando que teria sido vítima de um golpe. Na ocasião, uma atendente teria entrado em contato, por telefone, dizendo que seria de um banco e que o cartão da idosa havia sido usado em Cabo Frio no dia anterior. Para cancelamento do cartão, ela solicitou que a vítima entregasse o cartão cortado – com chip em perfeito estado – a um motoboy, além de uma carta de contestação, redigida de próprio punho. Posteriormente, ao desconfiar e entrar em contato com o banco, a vítima constatou o golpe por conta de saques e compras que foram efetuados na cidade com o seu cartão.ido

Já na terça-feira (30), a outra vítima, de 76 anos, recebeu o mesmo telefonema, informando que sua conta bancária havia sido acessada por desconhecidos e que ela deveria seguir os mesmos procedimentos de entrega de cartão e carta ao motoboy. Em seguida, a vítima verificou que foi feito um saque de R$3.500 de sua conta.

Orientações da Polícia Civil

Conforme o delegado Eduardo de Azevedo Moura, é importante ter diversos cuidados em relação a esses tipos de ligações telefônicas. Ele aconselha que as pessoas desconfiem dessas atitudes, averiguando a informação na própria agência bancária. Além disso, reforça que dados e informações pessoais não devem ser repassados em hipótese alguma. Para os que caíram no golpe, o delegado explica que é necessário que a vítima procure a Polícia, como foi feito em Juiz de Fora, para que todas as medidas cabíveis possam ser tomadas.

Sobre o Autor

has written 4020 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2017 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com