Notícias Prefeitura Municipal de Manhuaçu.

IMG-20150429PREFEITO NAILTON HERINGER ASSINA CONVÊNIO PARA TRANSPORTE ESCOLAR

O Prefeito Nailton Heringer, acompanhado do superintendente regional de ensino de Manhuaçu, Clóvis Dornelas, esteve, nesta quarta-feira, 29, na sede da Secretaria de Estado de Educação, em Belo Horizonte, onde assinou, juntamente com mais de cem prefeitos do Estado, convênio de transporte escolar, que viabilizará os recursos para o ano de 2015. A verba destina-se ao transporte de alunos da rede estadual que residem em áreas rurais. O valor firmado nos convênios com os municípios é, ao todo, de R$ 221 milhões.
“Serão três parcelas de R$ 310 mil que sabemos que não dá para cobrir as despesas” – lamentou o Chefe do Executivo manhuaçuense. Em 2014, o total de recursos recebidos pelo município para o transporte escolar, tanto municipal quanto estadual, foi de aproximadamente R$ 1,3 milhão, enquanto os gastos ultrapassaram os R$ 2,6 milhões. Resta ao município arcar com uma parcela expressiva dos gastos. “Mas a Secretaria já tem essa noção. Nós conversamos com um líder do setor e eles pretendem, no segundo semestre, fazer mais uma reposição desses valores, porque eles perceberam que são muito ínfimos diante das rotas que nós temos e da quantidade de alunos que nós transportamos” – comentou Heringer. A liberação da primeira parcela deve ocorrer logo após publicação no Diário Oficial dos Poderes do Estado.

NAILTON PARTICIPA DE ENCONTRO DE PLANTAS MEDICINAIS EM SÃO PEDRO

“Cuidando da natureza, colhendo saúde”. Com esse tema foi realizado no último final de semana o Quarto Encontro de Plantas Medicinais e Produção Orgânica, em São Pedro do Avaí, no salão da Igreja Católica.
Evento foi organizado pela AGRIFOM – Associação dos Agricultores Familiares Orgânicos, Terapeutas Naturalistas de Manhuaçu e Região – que tem sede em Sacramento. A abertura aconteceu na sexta-feira, 01, prosseguindo até domingo, 03.
O Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa foi parceiro na realização do evento, que contou com a participação de cerca de 116 pessoas da região, norte de Minas e do Espirito Santo. Durante os três dias do Seminário foram promovidas várias palestras abordando as terapias holísticas produção orgânica e qualidade de vida.
O Prefeito Nailton Heringer participou da abertura do evento, na sexta-feira. O secretário de Agricultura, Sandro Tavares, participou da abertura do encontro e também da palestra no sábado à noite, proferida pelo Deputado Federal Subtenente Gonzaga, abordando o tema “O poder das organizações de base”.
A estrutura do evento e montagem do salão foi muito elogiada pelos participantes. No local foi promovido um plantão terapêutico para atendimento a comunidade durante os três dias do encontro. Estiveram representadas entre outras entidades o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Manhuaçu, o Projeto Futuro em Nossas Mãos e a COORPOL – Cooperativa das Organizações do Povo que Luta, e a comunidade de São Pedro do Avaí que também colaborou na hospedagem solidária para cerca de 80 participantes.

20150504_102738[1] (1)PALESTRA PARA PRODUTORES RURAIS ABORDA CONTROLE DE CUSTOS

Reunião mensal realizada nesta segunda-feira, 04, pelo CMDRS – Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável – debateu a importância da realização de levantamento de custos para melhor controle de gastos com o cultivo e colheita do café pelo produtor rural. O encontro, no auditório da Câmara de Vereadores, contou com a participação de um grande número de pessoas, em sua maioria produtores rurais.
O CMDRS é um órgão representativo das comunidades rurais do município, presidido por Daniel Corsetti Dutra. Também faz parte do conselho a secretaria de Agricultura, representando o Governo de Manhuaçu. Formado por várias comissões setoriais como saúde, estradas e lixo, o conselho debate nos encontros as prioridades que são levantadas pelos seus integrantes.

CONTROLE DE CUSTOS
Segundo o secretário de Agricultura, Sandro Tavares, durante o encontro desta segunda-feira os participantes acompanharam a palestra sobre custos de produção, feita pelo engenheiro agrônomo Sérgio D’alessandro.
Quanto custa produzir uma saca de café? Segundo o secretário Sandro Tavares o que pesa mais, principalmente em função da topografia do município, é a mão de obra. Os números indicam que a colheita e pós colheita levam de 50 a 60 por cento do valor do custo de uma saca de café e isso é um problema sério na região devido à falta de possibilidade de mecanização. “No caso dos pequenos produtores, como eles mesmo fazem o trabalho de colheita esse valor não está agregado nos custos da produção e isso pode significar um prejuízo no balanço final” – comentou.
Sandro Tavares considerou importante e oportuna a discussão já que está chegando ao período de colheita do café. “A palestra foi esclarecedora para que o produtor possa se organizar melhor, fazer seu custo de produção adequadamente para saber onde precisa investir, diminuir custo e realmente possa ter lucro na sua lavoura” – destacou. “Saber onde tem que cortar, onde precisa investir e a hora de renovar a lavoura são necessidades essenciais para o controle e planejamento” – finalizou o secretário Sandro Tavares.
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

Sobre o Autor

has written 4498 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2020 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com