Noticias da Policia Civil.

PCMG apura assassinato de taxista em Juiz de ForaNa manhã desta quinta-feira (22), a Polícia Civil de Minas Gerais informou, em Juiz de Fora, sobre a apuração da morte de um taxista de 23 anos. O crime foi cometido no dia 27 julho do ano passado, no Alto Santo Antônio.
Conforme o Delegado Rodrigo Rolli, foram identificados os suspeitos de ser o mandante, de 32 anos, e o executor, de 18 anos. O mais velho já se encontra no Sistema Prisional, condenado a 52 anos de prisão pelos crimes de roubo e tráfico. “A motivação seria o fato de a vítima ter um relacionamento com a esposa do suspeito de ser o mandante. Ela já havia sido ameaçada no sentido de deixar o bairro, mas como não teria obedecido à ordem, gerou insatisfação por parte do investigado”, explicou o Delegado.
O homem que teria executado o crime também se encontra no Sistema Prisional desde o dia 3 de março por tráfico de drogas na mesma região e por estar em posse de veículo clonado. “Conseguimos a apuração da efetiva participação dos suspeitos e a motivação por meio de testemunhas veladas, ouvidas em cartório”, ressaltou.

PCMG cumpre mandado de busca e apreensão em Muriaé

Nessa quinta-feira (22), após investigações, a Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu, em Muriaé, mandado de busca e apreensão na residência de dois homens com a finalidade de apreender celulares e quaisquer outras formas de armazenamento de dados e imagens. Os suspeitos estão sendo investigados em razão de ameaças que estariam sendo feitas à ex-companheira de um deles. As apurações apontam que eles estariam com imagens em que a vítima aparece nua e as ameaças consistiam em publicar nas redes sociais tais fotos.
Durante a ação, foi apreendido dois notebooks com carregador, três HDs internos, dois HDs externos, dois pen drives, um aparelho mp3, 25 DVDs, quatro aparelhos celulares e um CPU de computador.

As investigações prosseguem.

Polícia Civil deflagra operação e desmantela esquema de venda de drogas em Juiz de Fora

Nessa quinta-feira (22), a Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou, em Juiz de Fora, a operação “Puro Sangue”, que recebeu esse nome em razão do alvo principal investir o dinheiro em cavalos. Foram cumpridos mandados de prisão em desfavor de três homens, de 21, 25 e 29 anos. Após dois meses de intensa investigação, a ação desmantelou um esquema de venda de drogas, no bairro Bairu, que estava sendo realizado há cerca de três anos.

Durante a operação, um homem de 28 anos também foi conduzido até a Delegacia para prestar esclarecimentos referente a uma possível associação aos outros suspeitos. Já a namorada do investigado de 25 anos, uma jovem de 21, também foi presa durante o cumprimento dos mandados de busca. Ela dispensou uma espingarda de pressão nos fundos de uma residência, razão pela qual recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de desobediência.
Conforme informações do Delegado Rogério Woyame, com o homem mais velho, suspeito de ser o líder do grupo, foram apreendidos dois veículos de luxo e anotações de tráfico. Além disso, no sítio dele, a equipe constatou que o mesmo tem investido em cavalos. Investigações apontam que seria para lavagem de dinheiro proveniente do tráfico de drogas.
Ainda segundo o Delegado, os três homens foram encaminhados ao Sistema Prisional, já a mulher assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), comprometendo-se a comparecer perante a Justiça. O outro homem, de 28 anos, foi ouvido e liberado, mas as investigações prosseguem.
A operação “Puro Sangue” também contou com apoio de policiais civis das Delegacias Especializadas de Homicídio e de Atendimento à Mulher.

 

Em Tombos: Ação conjunta prende em flagrante suspeito de assaltar motorista

Nessa quarta-feira (21), após trabalho conjunto entre as polícias Civil e Militar, foi possível prender em flagrante delito, em Tombos, um homem de 25 anos, suspeito de assaltar um motorista da prefeitura da cidade, no dia 20 de março, no trevo de Pedra Dourada a Tombos.
Na ocasião, o indivíduo se apresentou à vítima como filho de pastor evangélico e solicitou uma carona até Tombos. Próximo ao trevo, ele simulou estar armado, momento em que anunciou o assalto, exigindo os bens pessoais do motorista e o veículo oficial da Prefeitura.
Após a ação, o suspeito foi encaminhado até a Delegacia e confessou ter ingerido cerveja. “Disse que havia surtado em razão dos remédios controlados que havia usado naquele dia. Admitiu não apenas o roubo, como também ter dirigido veículo automotor sob efeito alcoólico, razão pela qual perdeu o controle direcional, vindo a atingir um caminhão, na chegada de Carangola”, informou o Delegado Diego Candian Alves.
Conforme o Delegado, na unidade policial, foi ratificada a prisão, como também representada a conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva. “O autor foi autuado e indiciado pela prática de crime de roubo qualificado (em razão de ter restringido a liberdade da vítima), como também pelo crime previsto no artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (dirigir sob efeito de álcool, ao gerar concreto perigo de dano)”, concluiu.

 

Sobre o Autor

has written 4283 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2018 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com