Minas Leite faz parceria com instituições privadas.

leiteBELO HORIZONTE (02/05/2013) – O Programa Minas Leite, criado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e executado pela vinculada Emater-MG, deve somar em 2013 o atendimento a 1.300 estabelecimentos de agricultura familiar do Estado, um aumento de 12,4% em relação às 1.157 propriedades cadastradas atualmente. Para facilitar a realização da nova meta, a coordenação do Minas Leite busca a parceria de prefeituras, cooperativas e sindicatos de produtores rurais que tenham condições de incluir técnicos de seus quadros nas ações desenvolvidas pelo programa.
De acordo com o coordenador do Minas Leite pela Seapa, Rodrigo Venturin, o reforço das entidades privadas poderá resultar na inclusão de cerca de 100 fazendas ao programa.
“Nas propriedades que recebem assistência, os produtores são orientados para utilizar tecnologias simples e de baixo custo, voltadas para a melhoria da produtividade”, explica o coordenador. Ele acrescenta que as boas práticas propostas contribuem para o aumento da qualidade do produto de maneira sustentável e, como consequência, podem gerar elevação da receita.
Venturin ressalta que a boa receptividade da proposta de parceria sinaliza para o aumento do alcance do Minas Leite. Os técnicos das instituições privadas incluídos no programa (assim como já ocorre com os técnicos da Emater) serão treinados nas Fazendas Experimentais da Epamig, também vinculada à Seapa.
O coordenador enfatiza que “a coordenação das ações é de responsabilidade da Emater. Por isso, todos os municípios com instituições parceiras do Minas Leite devem ter escritório local da empresa de assistência técnica e extensão rural do Estado”, enfatiza o coordenador.
Novas forças
O primeiro acordo de parceria para assistência do Minas Leite  foi assinado com a Prefeitura de Frutal, no Triângulo Mineiro. Na mesma região já existem negociações para a participação da Prefeitura de Uberaba, Sindicato dos Produtores Rurais de Carneirinho e Prefeitura de Sacramento, além do Laticínio Scala.
Já na região Sudoeste, por meio do acordo, a Cooperativa de Cássia (Copas) possibilita atualmente o atendimento a 24 fazendas.
Nas 15 propriedades assistidas pelo Minas Leite no município de Ponte Nova, Zona da Mata, os trabalhos têm a participação do Sindicato dos Produtores Rurais.
A Cooperativa Agropecuária de Resplendor (Capel), na região Leste, ajuda na assistência a 15 propriedades. De acordo com Venturin, a atuação da Capel poderá ser estendida aos municípios de Santa Rita de Itueto, Cuparaque, Conselho Pena e Mantena, possibilitando ao Minas Leite chegar até o fim do ano atendendo a mais 30 unidades demonstrativas, como são denominadas as propriedades assistidas, que servem de referência para a difusão do programa. Cada uma dessas fazendas tem o compromisso de repassar as boas práticas para dez propriedades nas áreas próximas.
No município de Coroaci, também na região Leste, o Minas Leite leva suas propostas a quatro fazendas por intermédio da parceria com a prefeitura.
Mais conhecimento
Para a divulgação da nova etapa de trabalhos do Minas Leite no Estado serão realizados 160 dias de campos e 20 encontros técnicos, além de 30 módulos de treinamento, informa Venturin. “O coordenador destaca o dia de campo que será realizado em 16 de maio no “Sítio do Leandro”, em Resplendor, para mostrar os resultados da propriedade assistida pela parceria do Minas Leite com a Capel. Haverá também apresentação de resultados das práticas de inseminação na melhoria da reprodução dos animais da propriedade.
Desde a criação do Minas Leite, em 2006, o acompanhamento permanente das atividades das fazendas de produtores familiares, pelos técnicos da Emater- MG, gerou entre outros benefícios a melhoria dos índices de eficiência da mão-de-obra. O programa busca identificar as características das regiões leiteiras do Estado para possibilitar a agregação de conhecimentos que devem melhorar a produção e tornar o produto mais competitivo.
Os produtores interessados em aderir ao Minas Leite devem se dirigir a uma unidade da Emater e comprovar a sua condição de agricultores familiares.

Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Assessoria de Comunicação Social
Jornalista responsável: Ivani Cunha
Telefone: (31) 3915-8544
www.agricultura.mg.gov.br
Twitter: @agriculturamg

Sobre o Autor

has written 4487 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2020 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com