Manhuaçu-Secretaria Municipal de Cultura participa da Bienal do Livro em Belo Horizonte.

Para municiar de informação os gestores das bibliotecas públicas municipais, o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais realiza a oficina para criação do Plano Municipal do Livro e da Leitura. O encontro faz parte da Bienal do Livro de Minas 2014, que teve início no dia 14 e encerrará no próximo domingo (23), em Belo Horizonte.

A oficina tem o objetivo de estimular e orientar os municípios na elaboração do Plano Municipal, que é importante para guiar as ações de leitura nas cidades. Além disso, possibilita aos participantes a troca de experiências, e diálogos acerca da elaboração do plano.

As oficinas foram dirigidas e coordenadas por participantes que e buscam nos livros o conhecimento cotidiano. Rosália Guedes, consultora da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), e coordenadora dos Planos Municipais e Estaduais do Ministério da Cultura, passou as informações, para que o projeto seja desenvolvido rapidamente em cada município.

Também ministraram palestras para os participantes, a diretora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais, Marina Nogueira; Superintendente de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário, Catiara Oliveira Afonso; Presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia, Antônio Afonso Pereira Júnior. A palestrante Carla Mauch falou sobre a acessibilidade em bibliotecas públicas.

Durante o debate, os representantes da Superintendência de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário forneceram informações para orientar o Chefe do Executivo de cada município, principalmente para a realização de feira de livros uma vez por ano, criar biblioteca de livro digital, trabalhar a educação inclusiva nos distritos, através de biblioteca itinerante, que possibilitará levar a leitura à hospitais, asilos e locais de muito movimento, incentivando ainda mais o hábito de ler.

 

Surpresa durante a Bienal do Livro

A Secretária Municipal de Cultura, Mariza Helena, e a bibliotecária, Márcia Lima Moreira, participaram da Oficina do Plano Municipal de Livro e Leitura, na última terça-feira (18). Durante o evento, receberam orientações de como proceder no trabalho de construção do plano. Segundo Mariza Helena, pela primeira vez o nome da biblioteca pública municipal, Professora Custódia Feres Abi-Saber foi mencionado na Bienal do Livro de Minas. A secretária ressaltou que somente agora é que o riquíssimo espaço está sendo reconhecido na Secretaria de Estado de Cultura. A partir de agora haverá visita técnica, para orientação da organização dos livros, climatização do espaço, palestras e exposição literária. “Quero agradecer, de forma especial, a consultora da UNESCO, Rosália Guedes; Antônio Afonso Pereira Júnior; Alessandra Gino e a diretora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais, Marina Nogueira, por acreditar no nosso trabalho e conceder mais livros à Manhuaçu, garantindo o enriquecimento cultural de nossos munícipes”, comemorou Mariza Helena.

A bibliotecária Márcia Lima Moreira, que atua na biblioteca Custódia Feres Abi-Saber, conta que o curso possibilitou que todas as informações repassadas possam servir de instrumento, para o bom funcionamento do local, bem como o trabalho itinerante e em locais de muito movimento para o incentivo à leitura.

 

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

Sobre o Autor

has written 4520 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2021 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com