Manhuaçu-Nailton Heringer empossa primeiro Conselho do Idoso.

Com o tema “Protagonismo e Empoderamento da Pessoa Idosa – Por um Brasil de todas as idades”, foi realizada nesta quarta-feira, 15, no salão da Igreja Presbiteriana, no Centro da cidade, a 1ª Conferência da Pessoa Idosa de Manhuaçu. Organizada pelo Governo de Manhuaçu, por meio da Secretaria de Trabalho e Assistência Social, a Conferência foi marcada pela posse dos primeiros membros do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso, que será responsável pela elaboração de políticas públicas de atenção para a classe.
Presente na Conferência, o prefeito Nailton Heringer destacou que partir de agora o conselho pode trabalhar de maneira regular buscando a organização dos idosos, inserindo-os cada vez mais na sociedade, fazendo com que se sintam cada vez mais úteis e mais felizes. “Ser idoso não é ser alguém que já passou, é alguém que tem muito o que fazer ainda em termos de atenção, de movimento. Enfim, o idoso é aquele que traz a sua cultura a sua experiência de vida para os outros” – lembrou Nailton Heringer.
O secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social, Macilon Breder, lembrou que depois de onze anos da lei criada, finalmente o Conselho foi empossado. “Com certeza, pelas representações, tanto governamental quanto da sociedade civil, teremos um conselho muito coeso, forte, implementando muitas ações” – destacou. Oficinas, aulas de ginástica, artesanato, dança são algumas das propostas que podem ser implementadas beneficiando o idoso. “Queremos também desenvolver palestras orientando sobre direitos dos idosos. Estamos envelhecendo e amanhã estaremos passando pelas mesmas necessidades que esses idosos têm hoje” – completou.
Para Maria de Fátima Mayrinck Brito, coordenadora da Central de Conselhos de Manhuaçu, que esteve à frente da organização, a realização da conferência e posse dos conselheiros é um avanço para a cidade. “Após onze anos da lei criada, o conselho agora foi formalmente empossado pelo prefeito Nailton Heringer. Agora somos um conselho, de fato e de direito” – destacou.
O Conselho do Idoso terá reuniões mensais para discutir políticas e implementações de ações. “Como a população está envelhecendo e hoje, além de número menor de nascimentos, as pessoas tem uma longevidade maior, ainda não foi pensada uma política para esse público. Esse é o nosso desafio, propor política para que o idoso de Manhuaçu tenha vida de qualidade” – concluiu. Objetivo é propor políticas para tirar o idoso da ociosidade para que não se sinta excluído da família, onde todos trabalham e passam o dia fora. “É fazer com que ele saia de casa e se integre à vida da sociedade” – completou Maria de Fátima.

CONSELHEIROS EMPOSSADOS
O Conselho do Idoso é constituído de forma paritária, por representantes do governo e da sociedade civil organizada. Os membros do governo indicados foram Rosangela Camilo de Almeida Filgueiras e Maria do Carmo Garcia Ferreira, indicadas pela Secretaria de Educação. Da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social fazem parte Maria de Fátima Mayrinck Brito e Terezinha de Jesus Mendes. Representando a Secretaria de Obras, foram indicados Milton Ferreira Rodrigues e José Carlos de Andrade. Outros dois membros do conselho, representantes da Secretaria de Saúde, ainda não foram indicados.
Os representantes da sociedade civil indicados pelas entidades ao conselho são: Da APRI – Associação de Promoção ao Idoso – , José Raimundo de Oliveira e José de Oliveira Brandão; da AMEM – Associação dos Ministros do Evangelho, Ornei Barbosa Soares e Cabo Anísio; e representando o Asilo São Vicente de Paula, Edmilson Lopes Lelis e Irene Messias Costa Lelis. A APAE – Associação de Pais e Amigos do Excepcionais ainda não indicou os nomes dos representantes para o conselho.
Os conselheiros, empossados pelo prefeito Nailton Heringer nesta quarta-feira tem mandato de dois anos. A reunião está programada para a primeira terça-feira do mês de agosto, no dia quatro, quando será eleita a mesa diretora e terá início a elaboração do regimento interno. “Eu gostaria de ver cada vez mais os idosos envolvidos nos movimentos das igrejas porque lá tem muito o que fazer. Toda igreja, todo credo tem muito o que fazer” – destacou. Nailton lembrou também as entidades filantrópicas como o Asilo e a DAREI, onde os idosos podem dar um tempo, estarem inseridos num contexto social e sair da inércia. “Há muito o que fazer para que o idoso não fique inativo. Que ele traga então o saber dele e coloque à disposição da sociedade, esse é meu sonho” – concluiu.

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

Sobre o Autor

has written 4500 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2020 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com