Manhuaçu-Inauguração de Centro de Atendimento a transtorno mental será sexta feira.

O Governo de Manhuaçu, por meio da Secretaria de Saúde, agendou para o dia 22, sexta-feira, a inauguração do CAPSi – Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil – que vai atender crianças e adolescentes, na faixa etária de zero a dezoito anos, com problemas de depressão, ansiedade, entre outros transtornos.
A implantação da unidade, que vai funcionar na Rua Drosa Pinheiro, número 68, no Bairro Bom Pastor, amplia o atendimento na faixa etária. O serviço vinha sendo realizado pela Casa Azul, no Bairro Coqueiro, que prestava atendimento psicológico de ambulatório e triagem e encaminhava os pacientes para unidades de referência em Matipó ou Belo Horizonte, dependendo do caso.
O atendimento a crianças e adolescentes vítimas de transtorno mental em Manhuaçu começou a ser feito há cerca de dois anos. Quem foi encaminhado para Matipó ou outras cidades retorna para Manhuaçu com a implantação da unidade. Núbia Batista destaca que não há internação. “Somente em casos considerados muito graves ocorre o encaminhamento para um hospital de Belo Horizonte, especializado em criança e adolescente, mas a situação é evitada” – destacou a coordenadora.
Segundo a coordenadora do CAPSi, Núbia Dias Batista Caldeira, o centro vai oferecer atendimento psicológico, psiquiátrico, atividades físicas, oficinas terapêuticas e ocupacionais, com pedagoga, serviços de enfermagem além da medicação. Estão sendo pensados também serviços de reabilitação social para as crianças e sala de espera para as mães ou familiares que acompanham as crianças. O trabalho tem como objetivo fazer com que as crianças e adolescentes atendidos tenham uma condição de vida normal, com a estabilização ou atenuação dos transtornos. “Queremos dar a possibilidade de uma qualidade de vida normal e sadia, tranquila como qualquer outro adolescente, com frequência escolar e inserção na sociedade” – destacou Núbia Batista.

TREINAMENTO DA EQUIPE
A equipe de profissionais multidisciplinar do CAPSi, que passou por treinamento, desde o mês passado, trabalha internamente na nova unidade, organizando as demandas que eram atendidas na Casa Azul. Formada por dez pessoas, a equipe inclui psiquiatria, psicólogo, assistente social, pedagogo, enfermeira, farmacêutico e educador físico. Todos foram aprovados em processo seletivo, realizado ano passado. Novos profissionais estão sendo aguardados para atuação na unidade, como auxiliar de enfermagem, técnica em enfermagem e auxiliar de serviços gerais.
Segundo a coordenadora Núbia Batista, a implantação da nova equipe ocorre devido à crescente demanda com crianças e adolescentes precisando deste tipo de serviço na cidade. O público alvo são crianças e adolescentes que têm transtorno mental grave e persistente, depressão, ansiedade e até mesmo transtorno como esquizofrenia.
A unidade vai atender toda a cidade e os distritos de Manhuaçu. “Pode ser uma demanda espontânea com as pessoas chegando até o serviço mas elas podem ser encaminhadas também pelos postos de saúde, ESF – Estratégia de Saúde da Família – e pela rede em geral, como CRAS – Centro de Referência de Assistência Social – e CREAS – Centro de Referência Especializado em Assistência Social, e quem mais identificar o problema nas crianças.

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

Sobre o Autor

has written 4402 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2019 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com