Manhuaçu-Agricultura Familiar desperta atenção e se torna modelo no Córrego dos Diniz.

A coragem de apostar numa atividade diferente e a atitude de vencedores foi o primeiro passo dos irmãos Silva, residentes no Córrego dos Diniz, bem como dos pequenos produtores da localidade, que passaram a discutir e enxergar na agricultura familiar uma nova fonte de renda para as famílias nas pequenas propriedades.
Em 2007, os moradores mudaram a forma de cuidar das hortaliças e passaram a produzir os alimentos sem agrotóxico. O novo método abriu o mercado para os pequenos agricultores, que hoje integram a Associação Comunitária de Estudos e Ação Social do Corrego dos Diniz- (Dom Correa) -, que são responsáveis a fornecer produtos hortigranjeiros para as escolas municipais, estaduais e, até mesmo do município de Luisburgo.
Para celebrar o bom resultado, a diretoria da associação reuniu os membros na última sexta-feira (21), para apresentar as conquistas. O encontro contou com a presença de diretores das escolas Renato Gusman (Maria da Penha Knupp),São Vicente de Paula (Poliana Souza Ribeiro Cotta), Ieda de Fátima Quintino(Sacramento), Franscisca Florentino Cipriano (Ponte do Silva), a secretária Municipal de Educação de Luisburgo Maria Aparecida Noronha, e representantes da Secretaria Municipal de Educação de Manhuaçu, Superintendência Regional de Ensino, Vigilância Sanitária, Secretaria de Agricultura, EMATER/MG, Sindicato dos trabalhadores Rurais, prefeito Nailton Heringer, assessor do deputado federal Pe.João, Gabriel Guerra, assessor do deputado Rogério Correa, Joseleno Anacleto da Silva.Também estiveram participando do encontro representantes das comunidades de Vila de Fátima, Vila Nova, São Caetano/Gavião, São Geraldo/Gavião e Santa Luzia.
O presidente da CORPOL, Flânio Alves, apresentou os resultados através de uma retrospectiva desde o início dos trabalhos e as primeiras reuniões, para adequação às exigências da Vigilância Sanitária para a comercialização dos produtos.
O presidente da Associação Comunitária de Estudos e Ação Social (ACEAS), Gilmar Alves da Silva, destacou a importância do trabalho em parceria com a comunidade, que desde o primeiro momento acreditou que o projeto seria viável e as conquistas seriam concretas através das ações e parcerias. Segundo ele, a associação procura discutir com os agricultores filiados a demanda, melhoramento na produção e principalmente o planejamento para o ano seguinte. “Nós já fizemos uma reunião de definição de tudo que será trabalhado em 2015.Calculamos o que deve ser feito, quantidade a ser plantada, para não termos prejuízo. O acompanhamento da EMATER, através da Maria do Carmo e da Sirlei tem sido fundamental para o bom resultado do nosso trabalho”, ressalta o presidente da Associação.
Para Gilmar Alves da Silva, a agroindústria avançou com a assessoria técnica, que veio alavancar o projeto da padaria para fazer quitandas, galpão para embalar todos os produtos cultivados para serem entregues e, até mesmo a credibilidade aos associados. Ele conta que todo o cronograma de cada produtor já está definido para que cada um atenda a necessidade do que é estipulado para entrega.
O prefeito Nailton Heringer, após conhecer o funcionamento da agricultura familiar e o método utilizado pelos pequenos produtores do Córrego dos Diniz ficou maravilhado e se comprometeu a dar total apoio, para que haja o fortalecimento do projeto no campo. De acordo com o prefeito, a diversificação da agricultura familiar está fomentando o município e se tornando referência para toda a região. “O avanço da associação dos Diniz chama a atenção de agricultores de outras regiões. Agora vamos trabalhar, para que possa ser criada uma feira para a comercialização da agricultura familiar”, destacou o prefeito.
Para o secretário Municipal de Agricultura, Sandro Tavares, a cada dia é possível perceber que o trabalho no Córrego dos Diniz está sendo ampliado, fortalecido e tendo a admiração de toda a região. Ele ressalta que a Secretaria de Agricultura está dando o apoio necessário, a fim de que os pequenos produtores tenham em suas propriedades a fonte de renda. “Agora, em parceria com a EMATER/MG vamos trabalhar para que possamos instalar a feira da agricultura familiar. O projeto deverá ser colocado em prática daqui a noventa dias, onde os produtores terão a possibilidade de comercializar os produtos derivados da agroindústria”, frisou.

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

Sobre o Autor

has written 4397 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2019 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com