Eu também tenho um sonho!

martinHá 46 (quarenta e seis anos) anos, Martin Luther King, um dos mais importantes líderes do ativismo pelos direitos civis para negros e mulheres, nos Estados Unidos e no mundo, disse em seu famoso discurso “I have a dream”, em Washington, que tinha um sonho…

Hoje quarenta e um anos depois de sua morte (foi baleado em 04/04/1968 em Memphis, Tenesse-EUA), este sonho ainda não se concretizou! Claro que a situação, sobretudo a vivida pelos negros, não apenas nos Estados Unidos como também em todo o mundo, melhorou e muito, mas o sonho de Martin Luther King, não foi realizado, e não pensem que eu não sou um otimista se afirmar que tal sonho nunca será realizado, pelo menos nesta nossa era.

E o motivo é simples, ainda não estamos preparados para viver em um mundo como irmãos, apesar de todos os sermões falados e escritos que freqüentemente ouvimos ou lemos; apesar de todos os apelos dados em igrejas, centro espíritas, loja maçônica, mesquitas, sinagogas e outros locais de reflexão, e principalmente, apesar de já ter passado pela terra pessoas iluminadas como Jesus Cristo, Maomé, Buda, Allan Kardec, Indiana Gandhi, Mohandas K. Gandhi, Madre Tereza de Calcutá, Padre Cícero e muitos outros que pregaram a união e conclamaram que todos somos irmãos, já que somos filhos de um único Pai, que é Deus ou dê a momenclatura que você julgar melhor como: Grande Arquiteto do Universo, Ser Iluminado, Grande Espírito e outras tantas que existem, mas todas unânime em afirmar a importância deste este ser superior.

Vivemos em um mundo acirrado, onde a individualidade fala mais alto, já que a todo o dia travamos uma terrível briga com nossos ditos irmãos, já que para poder comer, muitas das vezes temos que tirar o alimento da boca de nosso semelhante. O que falo não é algo inventando ou simplesmente tirado dos porões de meu pensamento, o que falo é uma realidade que assusta, mas acontece diariamente em nosso país ou porque não dizer em nossa cidade.

A cada dia, ao assistimos os noticiários tomamos conhecimentos de seqüestros, assassinatos, roubos e uma série de outras notícias de pessoas que realizaram os mais odiondos atos tendo como justificativa a sobrevivência, como se o fato de matar alguém para roubar seu carro para poder vendê-lo e com o dinheiro da venda comprar comida, fosse justificativa para poder tirar a vida de seu semelhante. Diante disto eu lhe pergunto, onde está o sonho de Martin Luther King?

E o exemplo que dei acima foi efêmero comparado as centenas de incidentes que acontecem pelo mundo afora e que evidenciam a falta de união entre as pessoas que vivem neste mundo.

Resumindo, diria que a prática do amor foi esquecida, já não amamos mais, e quando falo de amor não me refiro ao amor de homem para mulher ou o de um pai para um filho, mais sim o amor puro e incondicional, daqueles que você simplesmente pratica um ato de caridade para o seu semelhante sem se preocupar se ganhará algo em troca, ou se alguém da sua igreja ou do seu ciclo de amizades tomará conhecimento. Precisamos amar, pois só assim o mundo mudará.

Só depois que aprendemos a amar é que o sonho de Martin Luther King se realizará, qualquer coisa antes disso será pura falsidade, e de falsidade o mundo está cheio, haja visto que, somos todos falsos e por isso somos obrigados a viver neste mundo até que aprendamos a amar e tratar melhor o nosso semelhante.

Parafraseando Martin Luther King… “Eu também tenho um sonho!”

 Ofertas

[secvitrine/som/47765]

Sobre o Autor

has written 4500 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2020 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com