Curso de formação de educadores sociais acontece em Manhuaçu.

Nesta segunda-feira (12), aconteceu na sede da AABB de Manhuaçu, a abertura do curso de formação de educadores sociais, do programa integração AABB Comunidade. Na ocasião, educadores sociais da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, oferecem assessoria pedagógica a educadores dos municípios de Manhuaçu, Muriaé, Mutum, Conselheiro Lafaiete e Viçosa. O evento ocorrerá durante toda a semana e terá a duração de 40 horas.
De acordo com Ricardo Boaventura da Silva, educador Social da PUC-SP, o programa existe a 25 anos, e é feito em parceria com o Banco do Brasil que disponibiliza as estruturas das AABB’s para a realização do encontro. O objetivo é atender crianças e adolescentes de escolas públicas em situações de vulnerabilidade social. “A ideia é promover o acesso deles a bens culturais que normalmente não teriam. O projeto oferece aos educadores a base conceitual da filosofia desse programa. Então, nessas 40 horas, iremos discutir quais os princípios, a metodologia desse programa, sua concepção pedagógica, os marcos legais, ou seja, o estatuto da criança e adolescente e a declaração universal dos direitos humanos, que são as bases do trabalho realizados por eles . Como existe uma rotatividade grande dos educadores por conta de situações locais, nós precisamos renovar esse trabalho para que eles saibam quais são os princípios que norteiam a pratica ao lidar com as crianças e adolescentes”, disse.
A coordenadora do projeto integração AABB comunidade, Vera Lucia Domingues, explica que o projeto AABB comunidade está em Manhuaçu a 12 anos e atende 120 crianças, entre 6 e 14 anos, de famílias de baixa renda. O projeto oferece atividades lúdicas e de informática e seu foco é o trabalho de prevenção, pois visa tirar crianças e adolescentes de uma possível situação de risco. Vera explica que o curso de formação acontece pela terceira vez consecutiva no município e o trabalho realizado tem gerado bons resultados, tanto para os educadores, como para as crianças atendidas. “A fundação Banco do Brasil, juntamente com a PUC-SP, desenvolve este projeto. Os educadores da PUC-SP são competentes e a realização deste projeto é importante para os educadores municipais. É um trabalho pedagógico através das medidas de proteção integral definida pelo Estatuto da criança e do adolescente. O projeto é marcado por uma oportunidade de fortalecer o apoio e auxiliar a crianças e adolescentes”, explicou.

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu

Sobre o Autor

has written 4392 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola. admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2019 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com