Cada vez mais… (por:Adriano Valerio – Bibop)

Figura ilustrativa

O temporal que caiu sobre a cidade na última sexta-feira trouxe muito mais que prejuízos. Juntamente com o monte de estragos, vieram algumas antigas reflexões. O que estamos fazendo com o nosso planeta?

Tais catástrofes não são apenas mais um mero acaso ou um capricho maldoso da natureza. Tudo isso faz parte de um ciclo que vai se renovando em menos tempo a cada vez.  E a cada vez, a natureza mostra uma força ainda maior. Enchentes acontecem num intervalo de tempo cada vez menor e com mais intensidade, calor e frio se revezam dentro de um mesmo ano e vão ficando insuportáveis. Dias extremamente quentes contrastam com noites geladas forçando nosso sistema imunológico a trabalhar mais do que devia. Tudo isso está aí e cada vez mais intenso, devastador.

Concordo que existe um número maior de pessoas conscientes, assim como inúmeros apelos comerciais das principais empresas do mundo em criar um ambiente “ecologicamente correto”, e isso pode ajudar de alguma forma, mas também cresce num ritmo cada vez mais assustador, o número de pessoas que consome sem se preocupar, que joga lixo nos rios, que coloca fogo nas matas, sobrecarrega as encostas com moradias (se é que podemos chamá-las assim) sem nenhum recurso. Se estiver duvidando, basta olhar o Rio Carangola. Tenho certeza que concordará comigo.

Nesta segunda chegamos a uma marca de sete bilhões de pessoas no mundo. Desse total, quase duzentos milhões estão no Brasil. Estudos comprovam que este número tende a aumentar para quase duzentos e trinta milhões no país e quase quatorze bilhões no mundo até o ano de 2045. Em seguida, tenderá  a diminuir já que estamos fazendo menos filhos. Mesmo assim, seguindo o raciocínio de que estamos matando o meio em que vivemos por causa de nossa preguiça e nosso descaso, uma questão precisa ser analisada. Como produzir pra todas essas pessoas (brasileiros ou não)? E água pra toda essa gente? E vestuário?

Parece clichê de propaganda natureba, mas este é o mundo em que seus filhos e os filhos de seus filhos irão viver. E quem sabe até você também, já que estudos compravam que em 2045 poderemos ter seres humanos com incríveis 150 anos de idade.

Também parece clichê dizer que seria ótimo se começarmos a reciclar, incentivar o consumismo sustentável, ensinar nossas crianças a preservar o meio ambiente e vigiar a nós mesmos não jogar lixo nos rios e não colocar fogo nas matas de maneira irresponsável.

Pare pra pensar. É uma idéia viável e perfeitamente possível de se realizar. A não ser que você prefira ser o próximo a ter a casa invadida pela água ou pelo fogo, ou quem sabe por um vendaval sem proporções… É você quem sabe…


Ofertas


Sobre o Autor

has written 4139 stories on this site.

Webmaster do Portal Carangola.
admin@portalcarangola.com

Escreva seu comentário

Gravatar são pequenas imagens que podem mostrar sua personalidade. Você porde pegar o seu gravatar grátis!

Seu nome e email serao checados,se não forem validos, seu comentário não será publicado

Seu email será CHECADO mas não será divulgado

Copyright © 2017 Portal Carangola . All rights reserved. Powered by Webmaster webmaster@portalcarangola.com